SP.Gov.br
sp.gov.br
Z6_086423G039RRC06Q3RUER838C3
Z7_086423G039RRC06Q3RUER838S1

Servidores estaduais têm até o dia 17 de março para fazer o recadastramento digital

Quem não atualizar os dados – e não realizar a prova de vida pelo app SOU.SP.GOV.BR – corre risco de não receber o salário a partir de abril

Foto ilustrativa

Servidores públicos ativos do Estado de São Paulo têm somente  mais um mês para realizar o recadastramento digital obrigatório. Decreto do Governo de SP estabelece que quem não atualizar seus dados até o dia 17 de março corre o risco de ficar sem os salários a partir de abril, pois não haverá prorrogação do prazo.

Devem realizar o recadastramento servidores, empregados públicos e militares em atividade, no âmbito da Administração Direta, das Autarquias, inclusive as de Regime Especial, e das Fundações do Estado de SP. O procedimento digital deve ser feito preferencialmente pelo aplicativo SOU.SP.GOV.BR, onde se pode realizar também a Prova de Vida – última etapa do recadastramento –, ou pelo Portal do Recadastramento (https://recad.sp.gov.br/). 

Para acessar o app, é preciso baixar o aplicativo SOU.SP.GOV.BR, disponível nas plataformas Android e iOS, realizar o acesso por meio do login GOV.BR, acessar os dados de cadastro e atualizá-los. Ao final, por meio de validação biométrica, o servidor realiza a Prova de Vida Digital, de maneira fácil, ágil, a qualquer hora, de onde estiver e de forma transparente.

Determinado pelo decreto nº 68.306, de 16 de janeiro, o recadastramento digital, que inclui a prova de vida, é essencial para dar mais agilidade e transparência à administração pública, além de, consequentemente, resultar no aperfeiçoamento da execução das políticas públicas no estado de São Paulo.

Complementary Content
${loading}